Alexa vai ter Inteligência Artificial Generativa, assim como o ChatGPT | Seletronic
Quero Ofertas Quero Cupons

Alexa vai ter Inteligência Artificial Generativa, assim como o ChatGPT

Amazon Revoluciona a Alexa com Inteligência Artificial Generativa: Conversas Mais Humanas e Conectadas

- 3 min de leitura
Alexa vai ter Inteligência Artificial Generativa, assim como o ChatGPT
Google News Telegram

Na última quarta-feira (20), a Amazon surpreendeu o mundo ao apresentar uma série de inovações em sua assistente de voz, a Alexa. Além de uma série de novos dispositivos, a gigante do comércio eletrônico anunciou uma atualização revolucionária que promete transformar a forma como interagimos com a tecnologia. A nova Alexa, impulsionada por inteligência artificial generativa, promete conversas mais naturais, perdendo o tom robótico que a acompanhou por quase uma década. Além disso, ela ganha habilidades impressionantes, como a capacidade de compor poemas e fornecer ideias de receitas. Esta atualização surge como resposta ao crescimento da concorrência com chatbots e tem como objetivo aproximar a Alexa dos chatbots de última geração, como o ChatGPT e o Google Bard.

Conversas serão mais Naturais e Contextualizadas

A principal inovação por trás da nova Alexa é a implementação da inteligência artificial generativa. Esta tecnologia permite que a assistente compreenda melhor o contexto das conversas, proporcionando respostas mais precisas e relevantes para os usuários. A Alexa será capaz de responder a perguntas complexas, como o horário de início de jogos de futebol, e até mesmo compor e recitar poemas de forma autônoma.

Alexa aprenderá diretamente com as interações e conversas dos usuários individuais

A Amazon introduziu um novo Modelo de Linguagem baseado em Speech-to-Speech, o que significa que a Alexa aprenderá diretamente com as interações e conversas dos usuários individuais. Rohit Prasad, vice-presidente e head de ciência na Amazon Artificial General Intelligence, explica que este modelo unifica as interações de texto para fala, proporcionando respostas mais naturais e humanas.

IA generativa está centrada em criadores

Dave Limp, vice-presidente sênior de dispositivos e serviços da Amazon, destaca que a nova abordagem da Alexa com a IA generativa está centrada em criadores, não apenas em consumidores. Isso sugere uma experiência mais dinâmica e interativa para os usuários, à medida que a assistente se torna capaz de compreender nuances emocionais e participar de conversas de forma mais envolvente.

Alexa mais humana

Além de respostas mais precisas, a nova Alexa também promete uma maior expressividade. A assistente poderá rir, demonstrar surpresa e até incluir pausas reflexivas durante as conversas. Essa nova dimensão de interação promete uma experiência mais rica e envolvente para os usuários.

Disponibilidade da nova versão da Alexa

Os novos recursos da Alexa estão programados para entrar em fase de testes em 2024, estando disponíveis tanto para os usuários que já possuem dispositivos da linha Echo quanto para os novos aparelhos comercializados pela Amazon inicialmente nos Estados Unidos. A empresa está investindo em um modelo de linguagem específico para voz, com o intuito de compreender ainda melhor a forma como os usuários interagem com os dispositivos e buscam informações em tempo real.

Com a introdução da inteligência artificial generativa, a Amazon redefine o papel da assistente de voz Alexa, tornando-a mais do que uma mera ferramenta de consulta. A nova Alexa promete conversas mais humanas e interativas, aproximando-se do nível de interação oferecido por chatbots de última geração. Os usuários podem aguardar com expectativas o lançamento dessa atualização revolucionária, que promete transformar a forma como interagimos com a tecnologia no dia a dia. Embora a disponibilidade em outros territórios ainda não tenha data definida, a nova Alexa promete ser um marco na evolução das assistentes de voz.

Marcus é o fundador da Seletronic. Além disso, é programador, e editor no site. Ama ajudar as pessoas a resolverem problemas com tecnologia, por isso criou esse site. Segundo ele: "A tecnologia foi feita para facilitar a vida das pessoas, então devemos ensinar a usá-la". Apesar de respirar tecnologia, ama plantas, animais exóticos e cozinhar.
Menu Explore o conteúdo!
Dark Mode