Taxação do AliExpress, Shopee e Shein: Quem paga é você ou a empresa? | Seletronic
Ofertas Cupons

Taxação do AliExpress, Shopee e Shein: Quem paga é você ou a empresa?

Tributação de compras em sites internacionais pode prejudicar os pobres e as empresas

- 3 min de leitura
Taxação do AliExpress, Shopee e Shein: Quem paga é você ou a empresa?
Google News Telegram

Já parou para pensar se o governo passar a taxar compras no AliExpress, Shopee e Shein, quem será prejudicado? Apesar de dizerem por ai que a taxa é para a empresa, no final das contas, com o governo passando a taxar compras feitas em sites internacionais como AliExpress, Shopee e Shein, os consumidores brasileiros serão os mais prejudicados.

Isso ocorre porque, com a taxa, o preço final dos produtos aumentará e, portanto, os consumidores terão que pagar mais pelas mesmas compras. Isso pode afetar especialmente aqueles que compram frequentemente em sites internacionais para economizar dinheiro ou para adquirir produtos que não estão disponíveis no mercado nacional. 

Além disso, as próprias empresas que atuam nesses sites podem ser afetadas pela mudança na legislação, já que o aumento do preço final pode reduzir a demanda por seus produtos e, consequentemente, seus lucros.

Seria correto dizer que a taxa é para a empresa e não afeta o consumidor?

Não seria correto dizer que a taxa é apenas para a empresa e não afeta o consumidor. Quando o governo decide implementar uma taxa sobre compras em sites internacionais como AliExpress, Shopee e Shein, a empresa pode ser responsável por pagar essa taxa, mas geralmente ela acaba repassando o custo ao consumidor.

Isso significa que o preço final do produto que o consumidor irá pagar pode ser aumentado em decorrência da taxa, afetando diretamente o bolso do consumidor. Em outras palavras, a empresa pode ser a responsável por pagar a taxa, mas o impacto final é sentido pelo consumidor, que pagará mais pelo produto.

Além disso, a taxa pode também afetar a disponibilidade de produtos oferecidos por essas empresas, uma vez que elas podem decidir reduzir sua oferta ou até mesmo interromper as vendas em determinados países devido à carga tributária adicional.

Como pessoas pobres vão sair no prejuízo

Em um cenário em que o governo passa a taxar as compras em sites internacionais como AliExpress, Shopee e Shein, as pessoas de baixa renda podem sair prejudicadas, pois elas geralmente dependem desses sites para adquirir produtos mais baratos que não estão disponíveis no mercado nacional ou que são muito caros em lojas físicas.

Com o aumento do preço final dos produtos em decorrência da taxa, essas pessoas podem não ter mais acesso a esses produtos ou ter que gastar mais dinheiro do que podem para adquiri-los. Isso pode afetar diretamente o poder de compra dessas pessoas e limitar ainda mais suas opções de consumo.

Além disso, a taxa pode afetar negativamente os pequenos empreendedores que vendem produtos importados nesses sites, pois eles também serão afetados pelo aumento do preço final e podem ter que aumentar seus preços para compensar a carga tributária adicional, o que pode afastar seus clientes. Isso pode prejudicar ainda mais as pessoas de baixa renda que dependem desses pequenos empreendedores para adquirir produtos a preços mais acessíveis.

Marcus é o fundador da Seletronic. Além disso, é programador, e editor no site. Ama ajudar as pessoas a resolverem problemas com tecnologia, por isso criou esse site. Segundo ele: "A tecnologia foi feita para facilitar a vida das pessoas, então devemos ensinar a usá-la". Apesar de respirar tecnologia, ama plantas, animais exóticos e cozinhar.
Menu Explore o conteúdo!
Dark Mode